Últimas

Vestidos rosa e preto da Michelle Bolsonaro na posse presidencial


Enquanto o presidente Jair Bolsonaro se emocionava no desfile em carro aberto, as atenções estavam divididas entre ele e nova primeira-dama do país. Ao lado do marido no Rolls Royce presidencial, Michelle Bolsonaro apareceu elegantemente com um vestido aparentemente simples.



O modelo em zibene de seda, em tom rosé, demorou 20 dias para ser feito. Costureiras trabalharam 14 horas diárias nesse período para chegar ao desejado: fazer algo inspirado nas icônicas Grace Kelly e Jackie Kennedy.


O modelo de corte reto e decote ombro a ombro é inspirado nos anos 50. Ele já foi escolhido por outras mulheres poderosas, como a princesa Diana do Reino Unido, Michelle Obama, Melania Trump e Jackie Kennedy.

A responsável pelo desenho da peça é Marie Lafayette, que já conhecia Michelle por ter feito em 2013, o vestido de noiva da primeira-dama, de renda francesa para o seu casamento religioso com o então deputado federal Jair Bolsonaro.

Depois da eleição do marido, ela procurou a estilista novamente com outra missão: desenhar o que ela usaria no dia da posse do 38º residente do Brasil. A ideia era se inspirar na elegância dos anos 50, o que está em alta. Basta ver o sucesso do vestido de casamento da princesa Meghan Markle com o príncipe Harry no ano passado.

Marie Lafayette usou suas redes sociais para agradeceu à primeira-dama, Michelle Bolsonaro, nesta terça-feira (1º). Ela foi a costureira escolhida para fazer o vestido .
– O primeiro dia do ano e eu só tenho a agradecer a oportunidade e confiança e o carinho da Michelle Bolsonaro em poder participar desse momento histórico do país! – declarou.
RECEPÇÃO NO PALÁCIO DO ITAMARTY

Após a troca de faixas com o ex-presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, Bolsonaro seguiu para o Palácio do Itamaraty, para receber os chefes de Estado e autoridades internacionais em coquetel.
E mais uma vez Michelle surpreendeu com um elegante com um longo vestido preto, de mangas longas, de renda e com devote “V” nas costas, assinado pela mesma estilista.
O vestido preto sóbrio usado no coquetel teve características semelhantes. O modelo era longo e com leve cauda sereia. Segundo a estilista, a peça foi feita à mão, com detalhes de rendas nas costas e nas mangas.

“A Michelle não é muito de brilho. Então usamos uma renda mais fosca, mantendo a mesma linha do outro. Ele só tem um detalhe com um leve brilho na cintura”, conta.

A estilista conta que não pretende reproduzir o modelo para venda. “Esses vestidos não serão copiados, fazem parte de um momento histórico. Eu não vou replicar esses modelos. Eu fiz para a Michelle e fazem parte da história de um país. Não tem valor”, conta.
Provavelmente serão leiloados no futuro:
“Sugeri a realização de um leilão com o vestido da posse e com as roupas que farei para ela ao longo do ano. O dinheiro arrecadado será doado a instituições de caridade. Ela topou. A Michelle será uma primeira-dama ativa e engajada. Vai surpreender, é uma mulher forte e guerreira.”

 Moda & Feminices

Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.