Últimas

Crimes de encomenda marcam primeira quinzena deste mês no Maranhão


A primeira quinzena deste mês foi marcada por crimes de encomenda no estado e, segundo a polícia, pelo menos três casos foram registrados. A polícia ainda ontem não tinha efetuado a prisão dos dois executores de Leandro da Silva Fernandes, de 34 anos.

Esse crime ocorreu em plena via pública, no bairro Forquilha, no último dia 1º.

O caso está sendo investigado pela equipe da Superintendência Estadual de Homicídio e Proteção a Pessoas (SHPP). A polícia prendeu, ainda no dia do assassinato, Rogério Reis, de 27 anos. O delegado da Polícia Civil Leandro Carvalho informou que o detido confessou ser o mandante da execução e alegou que encomendou a morte por ter descoberto que a sua esposa, de nome não revelado, mantinha um relacionamento amoroso com a vítima há seis meses.

Rogério Reis ainda declarou à polícia que tinha contratado os assassinos por meio de um site com domínio fora do Brasil. Revelou, ainda, que o contato com os executores foi feito via internet e celular. Ele não revelou o valor que pagou aos assassinos e a forma de pagamento. O crime foi registrado pelo sistema de câmeras de videomonitoramento de imóveis instaladas na Forquilha. As imagens mostram um veículo branco estacionado nas proximidades do local da execução e dois homens encapuzados saindo do carro. Também é possível ouvir o barulho dos tiros. Em seguida, os acusados voltam ao veículo e tomam rumo ignorado. A polícia ainda conseguiu localizar, horas depois, o carro abandonado, no conjunto Maiobão, em Paço do Lumiar.



Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.