Últimas

Haddad é multado por notícias falsas contra Bolsonaro na campanha eleitoral 2018




O ministro Edson Fachin , do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), multou em R$ 176,5 mil o ex-prefeito de São Paulo e candidato do PT à Presidência da República em 2018, Fernando Haddad , e a coligação "O Povo Feliz de Novo", que o apoiava. A decisão foi tomada em processo no qual o presidente Jair Bolsonaro acusou o rival na disputa de impulsionar — pagar para promover na internet — propaganda negativa contra sua candidatura. 

A campanha de Haddad pagou R$ 88,3 mil para isso. O conteúdo impulsionado tinha o título “Jair Bolsonaro| Escolha Triste do Brasil| Diz New York Times”. Para Fachin não há "dúvidas que o referido site trazia conteúdo desfavorável à campanha do representante Jair Messias Bolsonaro". Fachin argumentou ainda que o site promovido não se limitava a reproduzir a reportagem, mas também fazia comentários próprios com "críticas desfavoráveis e ofensivas ao candidato adversário".



Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.