Últimas

Polícia prende menor acusado de ajudar a planejar assassinatos na escola em Suzano




Policiais civis apreenderam, na manhã desta terça-feira (19), o adolescente suspeito de ajudar a planejar o massacre que terminou com dez mortos na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. 

O criminoso de 17 anos foi apreendido em casa. Durante a investigação foram analisados os celulares dele e dos dois assassinos e, de acordo com a polícia, os três aparelhos têm conversas claras sobre o planejamento das mortes. Nesta segunda-feira (18), a polícia apresentou ao Ministério Público um relatório com os resultados das buscas feitas na casa do menor.

• Jovem delinquente é preso por ameaçar invadir escola para matar estudantes no Maranhão


A juíza Erica Marcelina Cruz, da 1ª Vara de Suzano, determinou a apreensão do adolescente nesta manhã.
O prazo da internação provisória do menor é de 45 dias. Se terminado o prazo e não houver sentença judicial de internação definitiva, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina a sua liberação. Em caso de sentença de internação definitiva, o prazo máximo é de 3 anos.

Além dos pais, o advogado Marcelo Feller irá acompanhar o adolescente no fórum. Nesta audiência a juíza vai decidir para qual unidade da Fundação Casa ele será internado.





Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.