Últimas

Juíza proíbe governo de retirar radares de rodovias




A juíza da 5ª Vara Federal de Brasília, Diana Wanderlei, proibiu o governo Jair Bolsonaro de retirar radares medidores de velocidade das rodovias federais. A decisão também determina a renovação, em caráter de emergência, de contratos com concessionárias que fornecem os medidores e que estejam prestes a expirar. 

O presidente anunciou, na semana passada, em sua rede social, o cancelamento da instalação de mais de 8 mil radares eletrônicos em estradas do país e que contratos serão revisados para se ter certeza de sua “real necessidade”. A medida de Bolsonaro foi criticada por especialistas e pelas concessionárias.

A juíza também determinou multa diária de R$ 50 mil por unidade de equipamento retirado de circulação ou desligado. Para a magistrada, é necessário concluir estudos técnicos antes de tomar medidas como essa.


Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.