Últimas

Produção de etanol consumirá 92,5% da colheita de cana-de-açúcar no Maranhão



O quarto levantamento da safra de cana-de-açúcar (2018/2019), divulgado ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), revela que 92,5% da produção total de cana-de-açúcar (2,065 milhões de toneladas) no Maranhão terão como destino a produção de etanol (anidro e hidratado). Portanto, para a fabricação de açúcar serão destinados 7,5%.

De acordo com a Conab, a produção de etanol anidro será de aproximadamente 139,778 milhões de litros, enquanto a de etanol hidratado será de 25,088 milhões litros. No caso do açúcar, é esperada uma produção de 22,5 mil toneladas, volume 0,1% menor que o registrado na safra anterior.

Na atual safra, os fatores climáticos foram favoráveis, principalmente, durante o período de desenvolvimento vegetativo da cultura, para todas as regiões produtoras do estado. Apesar de ter ocorrido um veranico, os efeitos desse fenômeno foram minimizados pelo fornecimento de água, por irrigação, e investimentos em adubação, o que resultou na recuperação de diversos talhões que se encontravam submetidos a esse estresse hídrico.

Já o Brasil deve alcançar uma produção total de 33,58 bilhões de litros de etanol, o que representa um aumento de 23,3% ou 6,3 bilhões de litros, em relação ao período passado.


Reportagem completa em O Estado do Maranhão


Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.