Últimas

Corpo achado na UFMA era de professora da rede municipal de Alcântara-MA



O corpo encontrado na manhã de segunda-feira (14) na UFMA era da professora Rosiane Costa, de 45 anos, que era professora das redes municipal e estadual de Alcântara e trabalhava no povoado de Itamatatiua.  A vítima foi espancada e estrangulada até a morte.


O caso está sendo investigado pela delegada Viviane Fontenelle, da Casa da Mulher. Ainda não há suspeitos do crime. A polícia supõe que a mulher tenha morrido por volta das 20h do dia anterior (13). Ainda não se sabe se a vítima foi assassinada no local ou se seu corpo foi apenas desovado na universidade.


Os indícios também apontam que Rosiane entrou no campus ainda viva no carro do assassino e que os dois teriam encostado no local do crime para namorar. Porém, ainda não há indícios de que houve estupro.

"O corpo estava semi despido, com os seios de fora e tudo indica que ela estava acompanhada de uma pessoa dentro de um carro. Pode ser que tenha havido alguma discussão e ele tenha a arrancado de dentro do veículo... possivelmente já morta. Vamos analisar os laudos, tanto do IML, quanto do ICRIM, para estabelecer a dinâmica desse crime", declarou a delegada da Mulher, Viviane Fontenelle.

No local do crime não há câmeras por perto, mas há em outros pontos do campus e o sistema de monitoramento deve ser fundamental nas investigações. Os policiais estão analisando as imagens do circuito de segurança para tentar identificar o carro do assassino.

G1 Maranhão

Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.