Últimas

PDT suspende Tabata e outros sete que votaram por reforma





O PDT anunciou a abertura de um processo disciplinar e a suspensão temporária dos oito deputados do partido que votaram a favor da reforma da Previdência na Câmara. Com isso, Tabata Amaral e os outros sete parlamentares que contrariaram a decisão da legenda estão com suas representações partidárias suspensas até que o processo seja concluído, o que pode levar até dois meses.

“Mas é importante lembrar também que ainda terá uma segunda votação na Câmara, em agosto. O ser humano vive da evolução. E acho que todos podem evoluir durante esse processo", disse Carlos Lupi, presidente do PDT.



Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.