Últimas

VÍDEO: Cabral assume ter pago R$ 7,6 milhões para comprar votos em eleição olímpica do Rio




O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral disse em depoimento ao Juíz Marcelo Bretas nesta semana, que pagou US$ 2 milhões de dólares, ou quase R$ 8 milhões, para comprar 9 votos para que a cidade do Rio de Janeiro fosse escolhida para sediar a Olimpíada de 2016.

Os recursos vierem de propina paga por um empresário que tinha elevado número de contratos com o governo do Estado. Cabral disse que o esquema para a compra de votos lhe foi apresentado pelo ex-presidente do COB e ex-presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, Carlos Arthur Nuzman.


A audiência para os depoimentos de Cabral solicitada pela nova defesa que adotou a estratégia de revelar crimes cometidos pelo ex-governador na tentativa de amenizar as penas aplicadas a ele e a sua mulher, a ex-primeira dama Adriana Ancelmo.





Nenhum comentário

Os comentários serão moderados antes de serem publicados.